Buscar
  • de_somayama

Cafés Corporativos são engordativos ou o TEMA das reuniões lhe faz comer mais?


Cafés corporativos fazem parte de uma convenção social que existe há muito tempo, seja com clientes, colegas, time, fornecedores, mas a questão é a recorrência desses encontros e quanto eles nos ENGORDAM.

Você acredita que a tensão quanto ao conteúdo das reuniões influencia? O nível das discussões e pressão por soluções podem lhe fazer comer mais? A resposta é SIM.

Quando estamos estressados ou nos sentindo mais emocionais do que racionais, tendemos a buscar alimentos reconfortantes como doces, bolos, biscoitos e salgadinhos. Nosso cérebro associa esses alimentos como recompensa e prazer merecidos, o que pode estimular a não resistir quando nos sentimos estressados ou emocionais.

Um estudo feito no Reino Unido mostrou que as pessoas que comiam em uma sala de reuniões consumiam mais calorias do que aquelas que comiam em um espaço de café, todos em pé. Cafés corporativos ou reuniões têm mais gatilhos emocionais e fazem as pessoas comerem mais. Essa é a prática que presenciamos no mundo empresarial, sejam gigantes, grandes, médias ou pequenas corporações.

Outro fator estudado é que quando as pessoas estão em uma reunião, elas tendem a comer mais do que o habitual porque não estão prestando atenção à ingestão de alimentos e, em vez disso, concentram-se na reunião em questão. Já pensou nisso?

Então, o que nos engorda é a comida que é servida ou como estamos nos sentindo quando estamos comendo? É uma discussão de muitas camadas, certamente e a provocação que deixo aqui é que você PRESTE ATENÇÃO nos momentos de “comilança” em suas reuniões de HOJE.

No mundo corporativo, em escritórios e ambientes profissionais em geral, nos socializamos na presença de refeições e vivemos em ambientes constantemente cercados por variedade de comida e bebida.

Faz parte do nosso papel social participar e realmente o importante é ser feliz com o que faz e onde está. Porém, não se trata apenas das calorias da comida ou bebida, não é? Que sentimentos você come em momentos de interação como esses?

Por Deise Somayama | Mentora Terapêutica

2 visualizações0 comentário